sistema-combate-incendio-sprinkler-01.jp

Proteção Contra Incêndios

A larga experiência no desenvolvimento de projetos de sistemas contra incêndio em industrias e comércios nos posiciona em níveis e padrões internacionais de qualidade de engenharia e Instalação, atuamos aderentes aos órgãos ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), NFPA (National Fire Protection Association), a principal fonte de informações no mundo para o desenvolvimento e disseminação de conhecimento sobre segurança contra incêndio e proteção da vida.

Embasamento Técnico aderente aos órgãos  

Logo ABNT- 300dpi.JPG
logo-nfpa-FB.png
UL-FM.jpg

Com equipe focada na proteção da vida, meio ambiênte e patrimônio, a Hitalp Engenharia fornece solução integrada para o empreendimento levando em consideração as classificações de riscos, arquitetura projetada e atividade operacional, atuando de forma compatibilizada com as demais disciplinas, gerando resultados excelêntes nas esferas técnicas e comerciais.

Aplicações:
Sistemas hidráulicos executados em Técnologia Groved "Acoplamento Mecânico" 

HIDRANTE

Combate manual por resfriamento (água) para focos de incêndio no estágio médio de Classe A – sólidos, possui reservatório e bomba de recalque. Seu alcance é de 30 m por ponto de hidrante e sua utilização exige uma equipe de brigada de incêndio, sabendo que a primeira ação é a desenergização do local atingido.

 

ESPUMA MECÂNICA

Sistema de combate mecânico por resfriamento (espuma) para focos de incêndio de médio porte, como tanques com líquidos combustíveis e inflamáveis de Classe A-B (sólidos e líquidos), utilizando-se do sistema de hidrantes. Lança a espuma através de um propulsionador com o uso da brigada de incêndio.

 

SPRINKLERS (CHUVEIRO AUTOMÁTICO)

Combate automático que atua no principio de incêndio pela dilatação e rompimento da ampola mediante a elevação da temperatura ambiente. Quando acionado, libera a água, anulando a propagação do foco, através do bombeamento no setor direcionado. Esse sistema é controlado por uma válvula de governo.

 

SISTEMAS FIXOS DE GASES

São sistemas de combate automáticos, utilizados em equipamentos de risco específico por inundação total, com agentes extintores não residuais. São indicados às Centrais de Processamento de Dados – CPD’s, painéis elétricos, coifas, entre outros. São instalados juntamente com sistema de detecção e alarme para automatização e orientação dos usuários.

 

MULSYFIRE

Sistema de combate automático, mais indicado para transformadores elétricos (exceto trafos a seco), relevantemente nas usinas hidrelétricas e termoelétricas, sistemas automatizados por detectores de chama, calor e fumaça em locais fechados. Alguns Mulsyfires têm a opção de acionamento manual. Atua em forma de neblina, extinguindo o foco de incêndio do equipamento protegido.

 

CORTINA D’ÁGUA

Combate automático que funciona como rede de pequenos chuveiros afixados no teto e alinhados para formarem uma cortina de água quando acionados. Muito utilizada em aberturas de paredes de compartimentação, grandes fechamentos em vidros.

 

SISTEMAS COMPLEMENTARES

São sistemas que comtribuem para aumentar a segurança tais como, corrimão, proteção de estruturas metálicas, rotas de fuga e saída de emergência e iluminação de emergência.

 

RESFRIAMENTO DE GLP

É o sistema de combate manual ou automático, geralmente derivado da rede de hidrantes ligado à sub-redes. É necessário o uso da brigada de incêndio.

 

DETECÇÃO SENSORIAL E ALARMES

Atuam de acordo com a classe de risco e tecnologia aplicada, capas de detectar desde os menores indício de fumassa e fogo e disparar o sinal de alerta pela central de alarmes.